1 de março de 2010

As palavras do teu olhar

Banha-nos o silêncio de um espaço privilegiado pelo abandono do rebuliço do Estio.

Neste fim de tarde de Inverno, naquela esplanada de vidraças fustigadas, ora pelos pingos da chuva lançados pelo vento, ora pelos salpicos salgados da maresia, a única voz que se ouve é a do teu olhar.

A espuma brilhante das vagas encanta-me, nessa dança imparável e não coreografada com o areal… mas hoje, muito mais do que elas, são os teus hipnóticos olhos negros que chamam a si a minha atenção.

Conheço bem a tua voz. É ela que me fala com a serenidade que a minha essência tanto procura. É ela que me ensina e mostra mundos que eu nem sequer sonhava existirem. Contudo, desta vez, não é por ela que chegas até mim… muito mais alto e sedutor fala o silêncio dos teus olhos. O seu suave fluir encontra, em ondulantes ritos furtivos, os meus olhos, ciosos de ouvir esse discurso apaixonado feito de gestos, oscilações, direcções… sempre em mímica misteriosa e no entanto tão cheia de sentido…

Mais alto que o silêncio abafado deste ambiente quente, que antagoniza com a ventania que, daqui, parece quase ilusória, falam essas grandes lagoas de ónix, contam-me histórias de hoje e de amanhã, aquelas que queres escrever e ambicionas tornar reais.

É nesses espelhos de veludo negro que recitas poemas na métrica dos amantes clandestinos, aquela à qual os mortais comuns estão condenados a permanecer indiferentes. É neles que me reflicto e esqueço de tudo. E é nessa órbita que me deixo navegar sem leme e vogar ao sabor de uma maré que só nós entendemos…






Para o desafio de Março,
subordinado ao tema Silêncio

Foto minha

23 comentários:

  1. Mas o silêncio dos corpos, dos olhos e de tudo o que não é dito também pode enganar :)

    ResponderEliminar
  2. O Joni falou e falou bem. (alguma vez havia de acontecer...)


    ^^

    ResponderEliminar
  3. Da nossa boca podem sair mil palavras, mas o nosso olhar não mente...
    por isso se diz que os olhos são o espelho da alma!
    :)

    ResponderEliminar
  4. O olhar nunca está silencioso, transmite muitas emoções.

    ResponderEliminar
  5. Tão bom estar apaixonado! No silêncio da paixão ouvimos o que queremos, não é?

    ResponderEliminar
  6. os olhos também falam é certo, mas não enganam quem os conhece bem! Palavras para quê! Prefiro um bom olhar a uma dúzia de palavras cheias de nada!

    ResponderEliminar
  7. Lindo texto Anna. Muito bonito mesmo. Gostei da forma e do conteúdo... O silêncio pode ser tão revelador, cúmplice e suspirar poemas, histórias, sonhos... Bem hajam uns olhos desses :)Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Muito lindo e um silêncio pode dizer muiiiiiiiiiiito!BEIJOS,CHICA

    ResponderEliminar
  9. Gingerbread Girl:
    Para todos os espíritos atentos, não existe nada que não fale à nossa essência... nem mesmo o silêncio...

    Johnny:
    Com toda a certeza... mas também as palavras mais objectivas e aparentemente sinceras podem igualmente trazer em si uma máscara de engano.

    MZ:
    Apesar de dar razão ao ponto de vista do Johnny, prefiro pensar como tu. Ainda há poucos dias confessava a alguém especial que, apesar de todas as máscaras e uniformes que me vejo "obrigada" a usar diariamente, os meus olhos não conseguem esconder absolutamente nada do que vai cá dentro...

    Brown Eyes:
    Sim, é dessas palavras que falo - aquelas que não se sujeitam a timbres para chegar a quem está perto de nós...

    ResponderEliminar
  10. Teresa:
    Acho que tens razão, sim... E ouvir o que queremos tem tanto de egoísta como de delicioso...
    ;)

    Juana:
    Sem dúvida! Prefiro-o também!

    Eva:
    De tudo o que dizes, reforço com certeza a nota de cumplicidade! Tal como disse, é não bom perdermo-nos num olhar assim...
    Beijinho*

    Chica:
    Sim... muito... codificada ou não, a mensagem é normalmente muito intensa...

    ResponderEliminar
  11. a voz de um olhar... sem códigos. sem truques. mensagens transmitidas para quem as sabe entender.

    Muito bonito este teu texto. Bela participação!!

    Beijinho**

    ResponderEliminar
  12. Cada um de nós vê no seu ponto vista está questão do silencio.
    Acredito é que não podemos mais nos calar diante das injustiças. o Silêncio de todas as faces para as suas interpretações..
    Para cada situação, uma maneira de ver as coisas..
    Ele existe em todos os nossos sentidos de vida..
    Seu trabalho ficou muito bom...Abordou, em forma de poesia, as doces lembranças de um grande amor.... Muito bom..Gostei.
    Venha me visitar..Também estou participando. http://sandrarandrade7.blogspot.com
    Deixo o convite para vim e ser mais um dos meus seguidores.
    No meu blog Poetas um voo Livre, tem uma poesia com a chuva.
    Veja...lá....
    Carinhosamente,
    Sandra

    ResponderEliminar
  13. Querida Anna;
    Dizer o quê?! Lindo.Gostei mesmo muito.
    Beijinho* e boa semana*

    ResponderEliminar
  14. Há sentimentos que o silêncio descreve tão bem.. gostei =)

    ResponderEliminar
  15. Muito bonito. O olhar fala tanto sem dizer nada.

    Bjs :)

    ResponderEliminar
  16. Hummm... o teu texto (maravilhoso, por sinal)deixou-me a pensar: será realidade ou só ficção??
    bj*

    ResponderEliminar
  17. Chegado da Fábrica.
    Gostei muito do teu texto.
    É engraçado como se falam em olhos azuis e verdes como sendo exóticos mas nada como um bom par de olhos negros para o mistério se engrandecer, certo.
    *

    ResponderEliminar
  18. O SILÊNCIO ÀS VEZES É DE OURO...

    BOM DIA

    ResponderEliminar
  19. Lala:
    Precisamente! E feliz azquele que as entende mesmo!
    Obrigada por passares por cá!
    Beijinho*

    Sandra:
    Mais do que as lembranças de um grande amor, a verdadeira inspiração vem de um sentimento estranho mas delicioso de cumplicidade...
    Passarei para ler também a sua participação em breve!

    Invisível:
    Obrigada! :)

    Por entre o luar:
    Sim, o silêncio é quase a única forma de o exprimir... convertê-lo em palavras é... bom... é mais ou menos o que dizem as palavras de Júlio Dinis, ali em cima, na epígrafe do blog ...
    Obrigada :)

    Helga:
    Isso mesmo...

    ResponderEliminar
  20. Fee:
    Minha querida... o texto? Esse é sempre ficção! A fonte de inspiração? Talvez um dia vocês se cruzem também!
    :)

    Catsone:
    E sê bem-vindo!
    Nada como um par de olhos negros! Absolutamente de acordo!

    Pedrasnuas:
    Com toda a certeza! E nós que, paradoxalmente, falamos tanto sobre ele...
    Sê bem-vinda!

    ResponderEliminar
  21. Que olhos negros tão expressivos, mesmo no silêncio. A magia de um olhar é tudo, muda e pode tudo.

    Parabéns.

    ResponderEliminar
  22. Um olhar apaixonado, sem dúvida!
    Gostei bastante!
    Um beijinho

    ResponderEliminar